Responsabilidade Social

Temos o compromisso de desenvolver uma gestão transparente com todos os públicos com os quais se relaciona (acionistas, colaboradores, prestadores de serviço, fornecedores, consumidores, comunidade, governo e meio ambiente).

Para tanto, estabelecemos metas com o desenvolvimento sustentável da sociedade, preservando recursos ambientais e culturais, respeitando a diversidade e promovendo a redução das desigualdades sociais.

Ao longo de nossa existência, esta tem sido a visão empresarial que tem norteado o nosso contínuo desenvolvimento.


Balanço Social

Segundo o Instituto Ethos, o Balanço Social, ponto alto da gestão da responsabilidade social, é compreendido pelas entidades que o difundem como uma ferramenta fundamental para a consolidação de uma cultura empresarial, que privilegie a transparência e permita à sociedade conhecer e valorizar os esforços das empresas, no sentido de conciliar o sucesso econômico com resultados positivos do ponto de vista socioambiental, ou seja, em direção à sustentabilidade.

É também um instrumento de diálogo com as partes interessadas, na medida em que a comunicação das oportunidades e dos desafios sociais, econômicos e ambientais é imensamente superior à simples resposta a uma solicitação de informação, transformando-se em um ingrediente-chave para a construção, a sustentação e o refinamento contínuo do engajamento das partes interessadas.

Mantemos uma política de benefícios aos nossos colaboradores, visando à sustentabilidade dos instrumentos disponibilizados. Além disso, procuramos, por nós ou por meio da Fundação Romi, da qual somos mantenedores, fazer investimentos sociais em prol da comunidade, dentro da mesma política.

Desde 2003, além de destinar a parcela de 1% do imposto de renda devido para o Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente – FDCA, adotamos um programa de incentivo com nossos colaboradores, para que estes, também, destinassem a parcela do IR a que têm direito às pessoas físicas.

DESCRIÇÃO  Valores em R$ mil  Variação 22/21
2021 2022
Número de Empregados 1.895 1.874 -1,11%
Folha de pagamento total com encargos 189.265 218.742 15,57%
Impostos e Contribuições Recolhidos 36.900 67.147 81,97%
Investimentos em Treinamento 3.698 2.923 -20,96%
Transporte, Alimentação, Assistência Médica e Odontológica 14.067 15.530 10,40%
Esportes e Recreação dos funcionários 67 59 -11,94%
Previdência Privada dos funcionários 1.483 2.478 67,09%
Meio Ambiente 2.356 2.872 21,90%
Programa de Participação nos Lucros e Resultados 20.139 22.058 9,53%
Investimentos Sociais 2.209 3.397 53,78%
Doação dos funcionários – Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente 39 56 43,59%

Fundação Romi

Fundação Romi iniciou seu legado em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi. Tendo como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura, a Fundação Romi é pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, beneficiando em média mais de 30 mil pessoas anualmente, através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura.

Mantenedora do NEI (Núcleo de Educação Integrada), sua escola de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, oportuniza a formação integral, autônoma e protagonista de crianças, adolescentes e jovens.

 

O CEDOC (Centro de Documentação Histórica) é um espaço de difusão da história, que atua na guarda, conservação e disponibilização de seu acervo para pesquisa e consulta.

 

Já a Estação Cultural, atende milhares de pessoas por ano por meio de oficinas livres, culturais e de formação, projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas.

Clique aqui para saber mais sobre a Fundação Romi.